Pesquisas

Carregando...

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

CURIOSIDADES


Os atuais valores de referência do hemograma foram estabelecidos na década de 1960 após observação de vários indivíduos sem doenças. O que é considerado normal é na verdade os valores que ocorrem em 95% da população sadia. 5% das pessoas sem problemas médicos podem ter valores do hemograma fora da faixa de referência (2,5% um pouco abaixo e outros 2,5% um pouco acima). Portanto, pequenas variações para mais ou para menos, não necessariamente indicam alguma doença. Obviamente, quanto mais afastado um resultado se encontra do valor de referência, maior a chance disto verdadeiramente representar alguma patologia.

ERITOGRAMA


Eritrograma é o estudo da série vermelha (eritrócitos ou hemácias). Ao microscópio, as hemácias tem coloração acidófila (afinidade pelos corantes ácidos que dão coloração rósea) e são desprovidos de núcleo. As hemácias apresentam coloração central mais pálida e coloração um pouco mais escura na periferia. Elas são bicôncavas. Em indivíduos normais, possuem tamanho mais ou menos uniforme. Quando uma hemácia tem tamanho normal ela é chamada de normocítica. Quando ela apresenta coloração normal é chamada de normocrômica.

Os aspectos à serem avaliados são:

ØNúmero de glóbulos vermelhos;

ØHematócrito;

ØHemoglobina;

ØVolume Corpuscular Médio(VCM);

ØHemoglobina Corpuscular Médio(HCM);

ØConcentração de Hemoglobina Corpuscular Médio(CHCM);

ØA forma das Hemáceas(entre elas: Drepanócitos, Esferócitos...

COMO É FEITA A COLETA?


O sangue do indivíduo é colhido com anticoagulante (EDTA) ou mistura de Paul-Heller, para se evitar sua coagulação. Após a coleta com “seringa descartável”, o sangue é transferido para um tubo de ensaio de vidro, que deverá ser rotulado com o nome do paciente e lacrado com tampa. Não é necessário jejum, mas recomenda-se 24 horas sem prática de exercícios físicos e 48 horas sem consumo de bebida alcoólica. Deve-se questionar o paciente se fez uso de algum medicamento nas horas antecedentes ao exame, porque alguns remédios podem alterar os resultados do exame. Após a coleta, o tubo deve ser enviado a um laboratório capaz de fazer o hemograma.

O QUE É HEMOGRAMA?

Hemograma é um exame que avalia as células sanguíneas de um paciente, ou seja, as da série branca e vermelha, contagem de plaquetas, reticulócitos e índices hematológicos. O exame é requerido pelo médico para diagnosticar ou controlar a evolução de uma doença. Um hemograma é constituído pela contagem das células brancas (leucócitos), células vermelhas (hemácias), hemoglobina (Hb), hematócrito (Ht), índices das células vermelhas, e contagem de plaquetas. Hemograma Completo consiste do hemograma mais a contagem diferencial dos leucócitos.
As células circulantes no sangue são divididas em três tipos: células vermelhas (hemácias ou eritrócitos), células brancas (ou leucócitos) e plaquetas (ou trombócitos).